A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO

Atualmente, muito se fala do Planejamento Previdenciário. Entretanto, o queria esse planejamento e qual a importância de eu, segurado ou não, realizá-lo?

O Planejamento nada mais é do que o estudo do seu histórico previdenciário, permitindo, assim, identificarmos qual o melhor momento para requerer algum benefício, bem como, sobre quais salários proceder contribuições futuras, melhores áreas de investimento previdenciário, cálculos de salários de benefícios, possibilidades de exercícios de atividades consideradas especiais, divergências e inconsistências no seu extrato Previdenciário, etc.

O Planejamento também auxilia no momento de conferir toda a documentação disponível, não deixando que algum período não seja apreciado pelo INSS no momento de conceder o benefício pleiteado.

Além disso, a Reforma da Previdência, realizada em 2019, trouxe, ainda, muitas dúvidas aos segurados em relação, por exemplo, às regras de transição. Um bom Planejamento incluí, entre todos os benefícios já citados, os cálculos e análises de cada uma destas regras e qual melhor se encaixa em cada caso em particular.

O planejamento, ainda, torna-se medida extremamente necessária para aqueles que contribuíram/contribuem de forma autônoma (seja como contribuinte individual/facultativo), visto que essas contribuições podem não ter sido devidamente anotadas pelo INSS, bem como, por aquelas pessoas que tiveram inúmeros vínculos empregatícios e que, também, podem não ter sido reconhecidos pela Autarquia.

Aqueles que desejam realizar contribuições em atraso também devem buscar realizar o Planejamento Previdenciário antes de promover os pagamentos, pois há – em grande número de casos – a desnecessidade de realizar tais contribuições.

Além do mais, quem desenvolve atividades expostas a agentes insalubres (físicos, químicos ou biológicos) precisam de documentações próprias para tais requerimentos e é através do planejamento que conseguimos detectar tais atividades e requerer a documentação necessária, tornando o processo de aposentadoria muito mais rápido.

Para aqueles que exerceram atividades em exercício público e privado, o planejamento previdenciário auxilia na emissão de Certidões de Tempo de Contribuição, somando períodos de forma fracionada para conseguir aposentadorias em ambos os regimes.

Não existe um momento ideal para começar a planejar sua aposentadoria, entretanto, quanto antes o fizer, mais preparado estará para questões futuras!

Ficou com alguma dúvida em relação ao Planejamento Previdenciário? Entre em contato conosco!

Marina Pissaia

OAB/PR 101.024

Compartilhe com seus amigos!