Descubra quais as principais mudanças propostas pela Reforma de Previdência

Descubra quais as principais mudanças propostas pela Reforma de Previdência

A cada dia, mais e mais pessoas estão entrando com pedido de aposentadoria, tanto da esfera pública quanto privada, devido às mudanças propostas pela Reforma de Previdência.
Essa correria se deve ao fato de que as alterações são realmente substanciais, mesmo para quem já está em vias de requer o benefício ao INSS.
Neste artigo, abordaremos as principais transformações na forma como o brasileiro se aposenta e verifique se esse temor tem mesmo justificativa ou não.

Uma Reforma Necessária


A discussão sobre a Reforma da Previdência gira em torno do quanto ela afetará a classe menos privilegiada da população e se, de fato, não há outros meios pelos quais ela possa ser realizada, minimizando perdas consideráveis, em especial, para quem já está há anos trabalhando no mercado.
Muitos economistas advogam a ideia de que seja feita uma auditoria geral no INSS, incluindo a cobrança de organizações que deixaram de recolher os valores nos cofres públicos, eliminando fraudes e cancelando benefícios indevidos, além das isenções concedidas.
O fato é que após cerca de 8 meses tramitando no Congresso, chegaram à aprovação de um texto, a tão comentada Reforma da Previdência.
Conheça as principais alterações que a Reforma causará na vida dos trabalhadores brasileiros:


•Idade Mínima. A idade mínima será de 65 anos para homens e 62 para mulheres;
•Pensão. Em caso de falecimento do cônjuge, a pensão será de 50% do valor que o trabalhador recebia. Haverá um acréscimo de 10% para cada dependente até chegar a 100% do salário.
•Cálculo do Benefício. Após 20 anos de contribuição para os homens e 15 para mulheres, é possível receber 60% do valor do benefício;
•Professores. 57 anos para mulheres e 60 para homens, as idades exigidas, além de 25 anos de contribuição;
•Policiais. Idade mínima de 55 anos, além de 30 anos de contribuição para homens e 30 para mulheres;


Para quem já está no mercado de trabalho serão estabelecidas algumas regras de transição para a aposentadoria:

•Sistema de pontos, que leva em conta a soma da idade e tempo de contribuição;
•Mediante pagamento de 100% de pedágio do tempo que resta para a aposentadoria;
•Por intermédio de um pedágio de 50% do tempo – apenas para quem tem até dois anos para se aposentar;
•Por idade desde que a pessoa (homem ou mulher) tenha 15 anos de contribuição. Para a mulher, a idade mínima subirá a 6 meses a cada ano, até que chegue em 2023 a 62 anos.

A Veros Advogados Associados é um escritório com profissionais dos mais diferentes ramos da área do Direito e que podem ajudá-lo a calcular seu tempo de contribuição e saber se já o momento de se aposentar.
Nossos advogados especializados analisam todas as peculiaridades de seu caso por meio de um atendimento personalizado, visando o que for mais benéfico para seu futuro.

Compartilhe com seus amigos!